2º dia do II Diálogos da REBRAPD

2º dia do 'II Diálogos Brasileiros em População e Desenvolvimento: Marielle Franco, presente'

Presentes neste registro:  Thiago Gehre Galvão-IREL/UnB, Beatriz Galli-IPAS,  Pedro Claúdio Cunca Bocayuva Cunha-NEPPD/UFRJ, Alexandre Ghisleni-DDHTS/MRE, Micaela Ciryno/RNAJVHA. Foto: REBRAPD

O segundo dia do 'II Diálogos Brasileiros em População e Desenvolvimento: Marielle Franco, presente' foi realizado no NEPPDH/UFRJ e as discussões temáticas serviram como subsídio para a produção do conteúdo do documento político a ser elaborado e aprovado no último dia do encontro. O documento que tem como principal objetivo apresentar a posição crítica da sociedade civil no marco dos 25 anos da CIPD 1994 será entregue aos candidatos e às candidatas que disputam a presidência da República. Os eixos centrais das demandas sociais sobre a agenda foram extraídos das apresentadas deste segundo dia do evento. 

Pela manhã, a mesa 'Cenários e Desafios da Agenda de População e Desenvolvimento: Brasil, América Latina e Caribe e geopolítica global' contou com a presença de Alexandre Ghisleni, diretor do Departamento de Direitos Humanos e Temas Sociais do Ministério das Relações Exteriores/MRE; Beatriz Galli, assessora de Políticas e Advocacy para América Latina do IPAS;  Micaela Ciryno, representante da Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV e Aids; Thiago Gehre Galvão, professor do Instituto de Relações Internacionais da UnB  e com os comentários de Pedro Claúdio Cunca Bocayuva Cunha, coordenador do Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas em Direitos Humanos da UFRJ. A coordenação da atividade ficou a carga de Bruna David, representante das Católicas pelo Direito de Decidir/Brasil. 
   
No período da tarde, a mesa '25 anos da Agenda de População e Desenvolvimento no Brasil' foi composta por Ricardo Ojima, presidente da Associação Brasileira de Estudos Populacionais/ABEP e professor da UFRN; Jô Meneses, coordenadora de Programa da Gestos - Soropositividade, Comunicação e Gênero; Luis Fernando de Lara Resende, representante da Comissão Nacional de População e Desenvolvimento/CNPD e assessor especial da Secretaria de Assuntos Estratégicos/SAE da presidência da República; Fernanda Lopes, membro do Grupo de Trabalho Racismo e Saúde da Associação Brasileira de Saúde Coletiva/ABRASCO e teve comentários de Marcos Nascimento, coordenador do Programa de Pós-graduação em Saúde da Criança e da Mulher do Instituto Fernandes Figueira/IFF-Fiocruz. Rayanne Baré, colaboradora da Rede Nacional de Juventude Indígena/REJUIND coordenou os trabalhos.

Entre as inúmeras considerações apresentadas, foi marcante a força histórica e presença da sociedade civil na constituição da agenda de população e desenvolvimento no Brasil e a necessidade de ampliar a incidência de sujeitos sobre a agenda no marco dos 25 nos de seu aniversário em âmbito nacional.

Presentes neste registro: Luis Fernando de Lara Resende-SAE/CNPD, Ricardo Ojima-ABEP, Rayanne Baré-REJUIND,  Marcos Nascimento-IFF-Fiocruz, Jô Meneses-Gestos, Fernanda Lopes, GT Racismo e Saúde/ABRASCO. Foto: REBRAPD

Compartilhe essa Notícia:

no Facebookno Twitterno Google+