Direitos reprodutivos: esterilização forçada no BRAS





“Ela disse que assinou papéis sem saber o que estava escrito. ‘Não tive estudo, não sei ler direito’, afirmou.
Indagada se haviam perguntado se ela queria fazer laqueadura, ela afirmou: ‘Eles perguntavam, eu falava que não.’”
https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2018/06/mulher-submetida-a-laqueadura-pela-justica-diz-que-nao-queria-a-cirurgia.shtml?fbclid=IwAR1UC8UqdeGzUS-FwAla7vnvwxznXJzsBW0rKuJ2vzM4Y_H6mG0iXvmfpcA

Compartilhe essa Notícia:

no Facebookno Twitterno Google+